AMADOS

por Deus nosso Pai tal como somos.

CHAMADOS

pelo nosso nome a uma vida plena de alegria e santidade.

ENVIADOS

aos homens do nosso tempo como testemunhas da salvação em Jesus Cristo!

UNGIDOS

no fogo, força e poder do Espírito Santo para O servir!

Top Panel

Carta de Princípios

Procuramos manter um dinamismo criativo que irradie fielmente a Boa Nova de Jesus Cristo e os valores nela contidos, incentivando o exercício dos talentos e carismas dos associados, promovendo a colaboração e entre-ajuda, caminhando em comunhão com a Igreja Católica, observando  os  princípios  e  fundamentos  constantes   nesta  Carta  de Princípios:

Rom. 12, 1-21

"Exorto-vos pois irmãos, pela misericórdia de Deus: oferecei os vossos corpos como sacrifício vivo, santo e agradável a Deus. Este é o culto espiritual autêntico que Lhe podeis prestar.

Não vos conformeis com este século, mas transformai-vos, renovando a vossa mente a fim de conhecerdes a vontade de Deus, o que é bom, o que Lhe agrada, o que é perfeito.

Em nome da graça que me foi concedida, peço a cada um de vós: ninguém tenha de si mesmo um conceito maior do que convém, mas uma justa estima, de acordo com o grau de fé que Deus lhe concedeu.

Assim como um corpo tem muitos membros e nem todos os membros têm a mesma função, também nós, que somos muitos, formamos um só corpo em Cristo e somos membros uns dos outros.

Foram-nos confiados dons diferentes consoante a graça que nos foi concedida. Aquele que recebeu o dom da profecia exerça-o de acordo com a fé. Aquele que recebeu o dom do serviço exerça-o servindo. Quem recebeu o dom do ensino que ensine. Quem recebeu o dom da exortação que o empregue a exortar e a aconselhar. Aquele que reparte os seus bens que o faça com simplicidade e desinteressadamente. Aquele que preside, faça-o com diligência. Aquele que exerce misericórdia, faça-o com alegria.

Que o vosso amor seja sincero e sem hipocrisia, detestando o mal e aderindo ao bem. Amai-vos uns aos outros com amor fraterno, sede carinhosos uns para os outros e antecipai-vos uns aos outros nas manifestações de apreço e estima.

Sede diligentes, sem preguiça, ferverosos de espírito e dedicados ao serviço do Senhor. Sede alegres na esperança, pacientes na tribulação e perseverantes na oração. Sede solidários, socorrei os cristãos que se encontrem em necessidades e exercei a hospitalidade.

Abençoai e bendizei os que vos perseguem. Abençoai e não amaldiçoeis. Alegrai-vos com os que se alegram e chorai com os que choram. Tende entre vós os mesmos sentimentos e vivei em harmonia uns com os outros.

Não vos deixei levar por pretensões ou manias de grandeza mas afeiçoai-vos à modéstia e à humildade. Não vos considereis sábios aos vossos próprios olhos nem queirais parecer sábios aos olhos dos outros.

Não pagueis a ninguém o mal com o mal. Que a vossa preocupação seja fazer o bem a todos os homens procurando o que é bom para todos. Se fôr possível, por quanto de vós depende, vivei em paz com todos.

Amados, não façais justiça por vossa conta mas deixai Deus agir pois o Senhor diz nas Escrituras: «Pertence-Me a Mim fazer justiça, Eu mesmo retribuirei». Antes: se o teu inimigo tem fome, dá-lhe de comer; se tem sede, dá-lhe de beber. Deste modo farás que ele core de vergonha. Não te deixes vencer pelo mal, vence antes o mal com o bem.
"